E-mail,  Geral,  Psicologia

Você é maior do que o seu problema

A vida é uma viagem cheia de curvas, guinadas, desvios e obstáculos. Acreditar que para desfrutá-la é evitar complicações, é um sinal que possivelmente você esteja vivendo em um mundo de ilusões e que não existe nenhuma disponibilidade interna para amadurecer emocionalmente e de investir no seu desenvolvimento pessoal.

Os atritos, as dores de cabeças e outras responsabilidades decorrentes fazem parte do desenvolvimento humano. Por isso, não foque somente no problema. Antes dele existir você já fazia parte da sua história. Lembre-se você é o protagonista e não ele. Portanto, não perca energia e nem tempo praguejando e se queixando, pois raramente com essa postura você irá encontrar soluções criativas para superá-los. Tenha foco na sua habilidade de superação.

Então, faça um pequeno exercício. Registre por escrito um problema que você tem. Depois 10 medidas possíveis para resolvê-los, ou pelo menos, para melhorar a situação. Assim, você deixará de pensar no obstáculo e começará a solucioná-lo, e se sentirá muito melhor.

Fique atento para não se render ao condicionamento de punição da mente humana, que não havendo ninguém por perto para você castigar ou culpar quando comete um erro, esquece que o padrão de perfeição é irreal e começa a elaborar pensamentos destrutivos, emoções negativas e consequentemente, produz comportamentos que concretizam essa punição interna. Tenha confiança na sua capacidade e na sua criatividade, e caso alguma coisa falhar, com certeza você irá descobrir um outro jeito para obter a superação.

Relembre-se você é a principal fonte de nutrição do seu mundo interno que é reflexo do mundo externo. Por isso, seja mais gentil consigo. Você está aprendendo. Alimente a força amorosa que brota dentro de você.

“É melhor acender uma vela do que reclamar da escuridão.”

(Autor desconhecido)

 

Com carinho,

Mari Rodrigues